sexta-feira, 30 de outubro de 2009

MST afronta a sociedade brasileira

"Vai faltar cadeia para invasores", diz MST em ato no interior de SP

Folha Online

Agência Folha

Em um ato organizado nesta quinta-feira pelo MST próximo da fazenda da Cutrale, em Iaras (SP), que foi desocupada no dia 7 de outubro, lideranças do movimento disseram que "vai faltar cadeia" caso a polícia prenda todos as pessoas que participam de invasões nos país.

"A polícia vai ter que prender muita gente e outros que ainda vão vir para a região. Vai faltar cadeia para prender todo mundo", disse Gilmar Mauro, da coordenação nacional do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra).

O ato contou com cerca de 800 pessoas, segundo o MST, e foi realizado à tarde dentro do assentamento Zumbi dos Palmares. Do local, é possível avistar a plantação de laranja da fazenda da Cutrale.

O MST diz que ato foi "em defesa da reforma agrária e contra criminalizarão dos movimentos sociais"[Movimento Social um pinóia! Movimento Criminoso!]. Participaram sindicalistas, representantes do PSOL, PT e PC do B, estudantes universitários, além de integrantes do movimento e integrantes dos três assentamentos da região.

Leia Aqui

Um comentário:

sicário-OQÑ se discute disse...

Infelizmente eles pensam que estão acima da lei. Infelizmente, esse desgoverno faz com que eles fiquem acima da lei e da ordem, infelizmente tem pessoas que interagem com essa canalha. Infelizmente, teremos de construir cadeias ou cemitérios.